• Just Intercambios Site

Estudo e trabalho: 8 dicas para conseguir um emprego

Que muitos brasileiros pensam ou já pensaram em viver a experiência de trabalho no exterior, já não é uma novidade. Segundo um relatório da Associação das Agências Brasileiras de Intercâmbio (Belta), essa modalidade ficou em segundo lugar no ranking de mais procurados do setor e dois dos destinos mais cotados foram: Irlanda e Canadá. Pensando nessa crescente, o texto de hoje vai especialmente para quem deseja embarcar nessa jornada mas não sabe como fará para procurar emprego no exterior. Preparados? Segurem essas dicas:




1. Currículo objetivo


O ideal é que o seu CV seja objetivo e todo escrito em inglês. Coloque seus contatos pessoais, experiências, qualificações, cursos, habilidades e um breve resumo sobre você e seus objetivos, lembre-se que o ideal é a compatibilidade com o perfil desejado pela empresa.



2. Mostre-se flexível


Flexibilidade, jogo de cintura e um nível razoável de domínio no inglês são fatores quase que obrigatórios. Lembre-se que são poucas vagas de trabalho onde há a possibilidade de contratação de não nativos. Se você não vê problemas em trabalhar em funções mais simples como atendimento ao cliente, ajudante de cozinha, entregador, barista, recepcionista, camareira, vendedor ou garçom as possibilidades são maiores.



3. O salário é uma ajuda de custo


Se você busca um emprego que financie completamente suas despesas durante todo o programa de intercâmbio, essa modalidade não é o ideal para você, a não ser que você procure por trabalhos profissionais. Lembre-se, quanto maiores os salários, maiores as exigências, qualificações e burocracia.



4. Distribua currículos pessoalmente


Assim que você já estiver familiarizado com a cidade, imprima currículos, percorra estabelecimentos e apresente-se. Muitos comerciantes colocam placas em frente a seus comércios com vagas disponíveis, o que facilita ainda mais a procura. Lembre-se, pergunte educadamente sobre a possibilidade de trabalho para gerentes, supervisores e responsáveis pela empresa; entregar o currículo em mãos erradas, diminuirá suas chances de contratação.



5. Envie currículos por e-mail


Uma força tarefa unindo entregas em mãos e disparos por e-mail aumentarão consideravelmente suas chances de contratação. Toda possibilidade é uma somatória de chances, não foque numa única forma de se apresentar.



6. Fale as pessoas que você está procurando emprego


Networking é o segredo para qualquer bom negócio. Fale com amigos, vizinhos, professores e com quem mais tiver contato. Muitas vezes as conexões podem nos render boas indicações de trabalho.



7. Trials: esteja preparado(a) para eles


A experiências rápidas são muito comuns em alguns destinos. Em certos casos os empregadores podem colocar suas habilidades em prática no mesmo dia do primeiro contato. Mas muito cuidado, o trial dura algumas horas ou no máximo um dia. Mais que isso, você deverá ser remunerado.



8. Não tenha medo de perguntar


Caso tenha dúvidas sobre as atividades a serem executadas, pergunte. Melhor do que um baixo rendimento por não entender o que precisa ser feito é um trabalho um pouco mais demorado mas bem feito. Empenhe-se, isso fará com que você pratique e execute com mais rapidez.


E para finalizar: não desista, no começo pode parecer mais difícil que o esperado, mas não diminua seus esforços. Analise o que você têm falado, como se apresenta e principalmente como se porta diante dos empregadores.




Agora que você já tem todas essas dicas, que tal começar a planejar o seu intercâmbio de Estudo e Trabalho? A Just pode te ajudar. Clique aqui e converse com um consultor.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

blog