top of page
Acima das nuvens

Blog

Alimentos na bagagem: veja o que pode e não pode trazer para o Brasil

Atualizado: 29 de fev.

Trazer um alimento ou uma bebida que marcou seu intercâmbio é sempre uma ótima ideia para matar as saudades, mas temos que ficar atentos ao que pode e o que não pode trazer na mala. Vem ver essa lista para que você tenha uma viagem ainda mais tranquila!

Sim, é permitido trazer alimentos e bebidas do exterior para o Brasil. O que pode causar dúvidas são questões ligadas à limitação de quantidade, embalagem e tipo de comida. Por isso, vamos explicar aqui tim tim por tim tim o que você precisa saber.

Vamos ver primeiro o que NÃO pode?

Alguns alimentos, infelizmente, não podem ser transportados para nosso país. Por exemplo, mel, produtos caseiros, produtos de origem vegetal in natura (flores, sementes, mudas, frutas, etc.) e queijos de baixa maturação (menos de 60 dias), como Brie e Camembert.

Segue uma lista aqui para facilitar na hora de ver:

  • Carnes in natura ou industrializadas, como presunto, embutidos, enlatados e pescados;

  • Leite e seus derivados, como queijos, doce de leite, iogurtes e manteigas, não podem entrar no país sem autorização do Ministério da Agricultura, pois podem colocar em risco a saúde da população e de rebanhos;

  • Ovos ou outros alimentos não processados;

  • Vegetais e frutas não podem ser trazidos de outros países, já que há possibilidade de conterem pragas ou estarem contaminados por alguma doença, o que pode causar danos à agricultura do país ou à saúde humana. Assim como levar do Brasil para fora;

  • Mel, cera e própolis;

  • Mudas, sementes, hortaliças frescas, madeira e terra;

  • Mesmo quando destinados à pesquisa, insetos, moluscos, bactérias e fungos não podem entrar no país sem certificação do Ministério da Agricultura;

  • Agrotóxicos, produtos veterinários (soro, vacinas, medicamentos), sêmen e embriões de animais;

  • Comidas e lanches servidos a bordo pelas companhias aéreas não podem ser trazidos pelos passageiros. Os itens devem ser consumidos apenas no avião, pois podem se deteriorar e causar problemas de saúde.

Por isso, atenção a esses produtos naturais sem embalagem, porque serão descartados antes do embarque. Então vale lembrar que é essencial o lacre de fabricação para trazer alimentos e bebidas do exterior para o Brasil. Portanto, alimentos cortados em mercados, por exemplo, não são permitidos. Isso porque não carregam o selo do produtor e informações especificando os ingredientes.

Agora, vamos ver o que você PODE trazer sem problemas:

  • Café solúvel, torrado ou moído;

  • Azeites;

  • Produtos de origem vegetal industrializados, embalados a vácuo, enlatados, em salmoura e outros conservantes;

  • Chocolates;

  • Erva-mate elaborada e embalada;

  • Pó para sorvetes e sobremesas, embalado;

  • Féculas embaladas;

  • Margarina e pasta de cacau;

  • Glicose e açúcar refinado e embalado;

  • Bebidas em geral (chás, sucos e refrigerantes) em embalagens de até 100ml, para a bagagem de mão;

  • Vinhos podem circular livremente, mas o viajante deve observar o limite de 12 garrafas de uma mesma marca ou até 18 de fabricantes diferentes. Outras bebidas alcoólicas podem ser trazidas até um limite de 12 litros.

Ah! Uma coisa importante é sempre pesquisar sobre o país antes de embarcar, assim você pode levar ou trazer alimentos tranquilamente. O mais importante é sempre seja um produto industrializado, manter na embalagem original e devidamente rotulado., seja para trazer ao Brasil ou para levar ao exterior.


Sabia que aqui na Just você tem uma consultoria que vai além da venda de um pacote de intercâmbio? Chame um de nossos consultores clicando aqui e estude no exterior sem dores de cabeça!

4.568 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page